7 de set de 2013

Junior diz que fama incomoda muito mais hoje em dia do que no passado

Músico e a irmã, Sandy, comentaram performance polêmica de Miley Cirus em premiação da música. "É muito fácil tirar os pés do chão", alertam.

A cantora Miley Cirus resolveu se pronunciar, esta semana, sobre sua polêmica performance durante uma premiação da música nos Estados Unidos. “Quantas vezes já não vimos esse tipo de coisa na música pop?”, questionou.
Tudo começou com um inocente ursinho de pelúcia no palco. Até surgir a atrevida Miley Cirus, com muito contorcionismo, poses mais do que sensuais, um biquíni de borracha megacolado.
A menina loira que encantava crianças e adolescentes pelo mundo como Hanna Montana foi crescendo, se transformando e construiu uma carreira solo de muito sucesso.
Agora, aos 20 anos, Miley escandalizou os Estados Unidos ao lado de Robin Thicke - o dono da música que é um dos maiores sucessos do verão americano.
Imediatamente as redes sociais ficaram congestionadas. Foram mais de 360 mil comentários por minuto. Os jornais de fofoca fizeram a festa.
A Miley Cirus surpreendeu até os assessores dela. Eles comentaram que, durante os ensaios, a cantora estava bem mais contida. Mas quando pisou no placo para valer parecia outra pessoa.
Mas qual a influência da fama na vida desses astros tão jovens? Por que muitos deles acabam se metendo confusão depois de conseguir dinheiro e poder?
Justin Bieber, o ídolo mirim, também cresceu e, ultimamente, anda causando polêmica: multa por excesso de velocidade, teste de paternidade, e tentativa de agressão a um fotógrafo.
E Lindsay Lohan? A menina prodígio do cinema foi parar atrás das grades. Ficou 13 dias presa por dirigir embriagada.
Felipe Dylon, cantor que, aos 16 anos, era febre entre adolescentes brasileiros, também teve seus altos e baixos. Ele vendeu mais de 150 mil cópias do primeiro disco, lançado em 2003.

Mas, seis anos depois, a carreira já não seguia o mesmo ritmo. Bem acima do peso e com visual diferente, o cantor entrou em crise e precisou ser internado em uma clínica psiquiátrica.
“Foi muito tempo sem dormir direito, isso acaba resultando num estresse”, diz Dylon.
 Mostrar ao público que não eram mais crianças também foi um desafio para os irmãos Sandy e Junior, que começaram a fazer sucesso ainda muito cedo.  “As pessoas têm muita dificuldade de atualizar a imagem que elas têm de você na cabeça”, diz Junior. 

Segundo eles, para romper com essa imagem infantil, alguns astros mirins acabam optando por adotar uma postura radical, como a de Miley:
“Parece que precisa fazer algo que choque para fazer uma quebra e mostrar que cresceram”, destaca Sandy.
Eles contam que não existe uma fórmula para quem tem que passar por isso. Mas que o período de transição entre a adolescência de um astro para a vida de adulto pode ser mais fácil com ajuda de profissionais: “Você não tem amigos que estão passando pela mesma coisa para que você possa perguntar”, diz Junior.
“Você não pode pegar conselho, compartilhar, porque é raro isso. A terapia ajuda muito”, completa Sandy.
Sandy e Junior revelam que não julgam a postura da cantora. E avisam que, se não fosse o amor pela música e a estrutura familiar, também poderiam ter ido para o caminho de celebridades deslumbradas: “É muito fácil tirar os pés do chão”, alerta o músico.
 
Os irmãos, hoje na casa dos 30 anos, revelaram ainda como foi lidar com a exposição na mídia de suas vidas particulares desde tão cedo. “Eu aprendi a dar o tamanho certo para as coisas. Quando adolescente, era muito mais complicado para mim”, conta Sandy. 

“Hoje em dia, eu acho que já não combina comigo. Então eu passo mais por esses conflitos agora do que no passado”, diz Junior.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...