12 de out de 2015

Show da Sandy em SP - Relato

Antes de escrever o relato da volta da Sandy aos palcos, eu acessei os arquivos do blog e reli os meus outros relatos. Então, desta vez, não vou começar este post pedindo desculpas pela demora hahaha. Até porque, não acho que tenha demorado tanto assim... o show foi no Sábado, hoje é Segunda; portanto, só demorou 2 dias. Além disso, foi por uma boa causa: edição de vídeos!

Não poderia falar da noite do dia 10 sem voltar 1 ano e meio no tempo, para aquela noite do dia 23/05/2014, quando a Sandy se despediu dos palcos para sua licença maternidade. A última música do último show da Turnê Sim foi repleta de emoção e até uma saudade antecipada, por que a gente não sabia quanto tempo aquela pausa duraria. O fato é que o tempo passou e, sim, nós resistimos aos longos meses que nos separaram da última música da Turnê Sim à primeira da Turnê 2015 (não gosto de chamar de Turnê Teaser... hehehehe).

Já antecipo que a palavra que vocês mais lerão por aqui será: emoção! Porque aquela estreia se resume à isso... emoção, o tempo inteiro!

Quando a Sandy anunciou a volta aos palcos, no dia da final do SuperStar, confesso que fiquei mais curiosa do que ansiosa. Não conseguia imaginar como tudo aconteceria. Como assim a Sandy montaria o show durante a estrada? Como seria no dia da estreia? Como seria esse DVD? Pensei em tudo isso e fiquei com medo de assistir uma Turnê Sim 2.0. Mesmo assim, era óbvio que iria ao show... ainda mais depois que saiu a agenda e vi que a estreia seria em SP. Porém, para ir à um show da Sandy é necessário passar por um momento muito tenso, que vai te pirar, te deixar com os nervos exaltados: a compra dos ingressos! Hahahaha. Não entendo pra que raios serve uma pré venda! Acho injusto mesmo. Ainda mais quando a pré venda é exclusiva para clientes de um cartão que ninguém tem (vulgo cartão HSBC). Comprei o meu ingresso no Setor 1, quando abriu para o publico em geral. Daquele dia até sábado, o tempo voou. Pisquei os olhos e já era dia 10 de Outubro.

Minha ansiedade pré-show começou no dia 10 mesmo; quando me dei conta de que há muitos anos eu não assistia a estreia de uma turnê. Ia assistir um show que não sabia nada do que ia acontecer, não sabia da setlist, não tinha visto o cenário e nem o figurino da Sandy. Não sabia o que esperar. Foi ai que achei que essa vida de assistir estreia não é pra mim, não hahahahaha não sei lidar com isso não. O negócio começou a ficar mais tenso no final da tarde, quando algumas informações começaram a pipocar na Internet. Uma delas confirmava "Refúgio" na setlist. Quem me acompanha por aqui sabe que é a minha favorita do CD "Sim" e uma das prediletas da carreira da Sandy. Seguem alguns quotes meus que confirmam isso:

"...a que ganhou o meu coração, me emocionou, me descreveu foi "Refúgio". Eu me encontrei naquela letra de um jeito muito intenso. Parece que a Sandy visitou os meus sentimentos e escreveu aquela música."
(14/06/2013 - sobre o CD "Sim")

"Em um determinado momento, os fãs pediram para que Sandy cantasse "Refúgio". Para minha surpresa, ela cantou o refrão. Quase morri de felicidade, porque é minha música favorita do "Sim". Inclusive, não entendi porque ela nunca incluiu essa música na setlist... é tão linda!"
(26/05/2014 - relato sobre o último show da Turnê Sim")

A oportunidade de ouvir essa música ao vivo mexeu comigo de um jeito inexplicável. Como já tinha comentado anteriormente, nunca entendi porque ela não tinha incluído essa música na setlist da Turnê Sim. Apesar de querer muito acreditar nisso, tentei não criar muitas expectativas... achei que seria bastante improvável que isso acontecesse. Além de "Refúgio", "Mais Um Rosto" também foi citada. Mais um motivo para duvidar um pouco, já que nem na Manuscrito Tour ela entrou. Além de tudo isso, ainda tinha a tal da música inédita que Sandy cantaria, pela primeira vez, naquela noite. Levei as duas baterias da minha câmera para garantir que traria pra casa vídeos desses momentos.

O show estava marcado para as 22 horas e, como eu sempre tenho problema com horário, resolvi sair com mais de 1 hora de antecedência. Tudo bem que era sábado, de noite, em fim de semana de feriado e que provavelmente a cidade estaria vazia... o medo de chegar tarde era maior. Não cheguei atrasada, mas cheguei as 21:30. Encontrei umas pessoas e fui para fila, que estava gigante. Entrei no HSBC e fui direto para o meu lugar. Não sei exatamente quanto tempo o show atrasou, mas não foi muito.

As cortinas se abriram e revelou-se um cenário peculiar, mas muito bonito. Alguns tapetes pendurados e uma pequena estrutura que me lembrou e muito uma porta daquelas antigas. Sandy entrou ao som da introdução de "Sim". Que música maravilhosa para começar! A melodia dela é muito forte e, ao meu ver, foi uma escolha super acertada. Relatar o que aconteceu durante essa música é impossível. Nenhuma palavra será capaz de descrever a emoção que foi compartilhada entre a Sandy e os fãs. Era uma coisa só... parece que fomos todos unidos por uma energia maior. Sei lá, foi meio mágico... minha sensação era a de que, finalmente, tudo estava no seu devido lugar, todos nós estávamos onde deveríamos estar. Era daquele jeito que deveria sempre ser. Ela e nós. A entrega dela e a nossa. Os anos de carreira dela e os nossos motivos de amá-la tanto assim. Nós a ovacionamos de pé e ela se emocionou. Ela não se conteve e nós fomos a sua voz por alguns instantes. Ela disse que amava muito tudo aquilo e nós... bom, nós apenas confirmamos que estávamos na mesma sintonia porque, de fato, também amamos muito tudo aquilo.


A cada música uma surpresa e a delícia de tê-la ali, de novo, no palco, cantando lindamente as músicas que sentimos tantas saudades de ouvir ao vivo. O show seguiu com "Ela/Ele" , "Perdida e Salva" (que, pra mim, sempre será uma das mais gostosas de cantar bem alto! hahaha), "Escolho Você".
O primeiro cover da noite foi "Só Hoje". Eu me surpreendi com a escolha dessa canção, porque nunca imaginei Sandy cantando Jota Quest. A música, que já é linda naturalmente, ganhou uma doçura a mais. Me emocionei muito. Já considero como o cover que Sandy faz como se fosse dela... tipo o que aconteceu com "All Star", na Turnê Sim. Não tem mais jeito, ela já é dona de "Só Hoje".

Depois veio "Pés Cansados". Gente o que acontece com essa música? Que poder que ela tem de emocionar a gente? Bom, pelo menos eu me emociono. Me faz lembrar a volta da Sandy aos palcos, em 2010... aqueles primeiros shows da Manuscrito Tour. Sem contar que me identifico muito com a letra.

Eis que, de repente uma introdução muito esperada começou a tocar... só consegui apertar REC antes de me desfazer em lágrimas e... ♪ Quando é difícil respirar... Quando é difícil descansar... ♪
SIM! A Sandy estava cantando "Refúgio"!! E eu estava me matando na plateia hahahaha. Quase tive um treco. Não estava acreditando. Queria compartilhar com alguém essa felicidade, mas como fui sozinha, guardei pra mim hahaha. Não cabia em mim de alegria! Enfim se confirmou aquele boato que tinha escutado. Feliz demais!! Filmei a música inteira pra assistir milhões de vezes depois.

Seguimos com "Segredo" e os dois covers que Sandy cantou no SuperStar: "Sina" e "Saideira". Particularmente, prefiro "Sina". <3

Então chegou um momento tão esperado por nós: música inédita. Sandy ensinou o refrão pra gente e nos apresentou para uma música leve, positiva e muito gostosa de ouvir. A junção da letra e da melodia me deu uma sensação boa, de liberdade, sabe? Adorei.

A próxima surpresa veio com "Mais Um Rosto". Música essa que sempre foi muito pedida pelos fãs e foi interpretada lindamente pela Sandy.

Depois veio "Morada" com toda aquela delicadeza que a gente conhece e ama. O próximo cover foi o de "Meu Bem, Meu Mal". Seguindo por "Sem Jeito" (que eu trocaria facilmente por "Quem Eu Sou" , que não entrou na setlist e fez falta!).

Na reta final do show, o momento mais aguardado por nós (sim, esse momento sempre vai ser muito aguardado haha): hora de relembrar Sandy e Junior de de os fãs irem a loucura. As músicas escolhidas foram: "Nada É Por Acaso" e "Não Dá Pra Não Pensar". GENTE!! "Nada É Por Acaso"!! Como assim?? Há mais de 10 anos Sandy não cantava essa música e foi TÃO lindo. Só não gostei muito do repeteco de "Não Dá Pra Não Pensar". Longe de mim reclamar de alguma música de Sandy e Junior.. qualquer uma que ela cantasse seria lindo, até "Fazenda do Chico Bento"! Mas, poxa, a discografia da dupla é tão extensa, tem tanta coisa boa, porque repetir? Enfim... mesmo assim, essa música tem uma coisa diferente. Sandy parece gostar de cantá-la e os fãs piram aos primeiros acordes. Então tá... tudo certo.

A última música foi "Aquela dos 30" e o bis foi "Ponto Final". A tão famosa invasão rolou só nessas duas últimas músicas... ainda bem!

O show acabou e, além de me deixar com gosto de quero mais, me deixou super curiosa para saber quais as mudanças que virão. O que espero ver é o cenário completo e algo que faça aquela estrutura de porta ter um pouco mais de sentido. Espero que, se a setlist sofrer alterações, que sejam apenas adicionadas músicas e que nenhuma seja retirada, porque está perfeito do jeito que está. Fiquei pensando também sobre o DVD... não consegui encaixar o Gilberto Gil em nenhuma musica hahahaha. Já o Tiago Iorc imagino que cante "Só Hoje"... sei lá, foi a que mais achei o estilo parecido. A não ser que cantem juntos uma música do repertório dele (acabei de pensar o mesmo sobre o Gil...). Não sei, só fiquei pensando e desejando ter esse DVD o mais rápido possível hahaha.

O show foi maravilhoso, cheio de emoção e energia boa. Que delícia ver a Sandy tão solta, tão entregue, com liberdade e espaço para ser quem ela realmente é e nos presenteando com T-O-D-A  aquela potencia vocal que não é desse mundo. Demais. Emocionante.

No final das contas, descobri que apesar de toda a ansiedade, tem muito mais graça assistir à estreia de um show. É tudo mais espontâneo... e as surpresas tornam cada momento ainda mais emocionante. Me contradizendo, descobri que sou sim uma pessoa para assistir estreias hahaha.

O que resulta de uma noite tão incrível, é o peito cheio de alegria, o coração transbordando de amor e a certeza de que esse amor é, sim, eterno e incondicional. Pode vir o que vier... eu to sempre aqui. Pode acontecer o que for... meus pés sempre voltarão para o meu lugar seguro, para aquele cantinho que me acalma sempre e me salva de mim. Pra ela. Por ela. Sempre, pra sempre, pra Sandy.
Melhores momentos do show de estreia, especialmente para vocês! 

2 comentários:

  1. Adorei o relato .Espero que um dia eu realize o sonho de ir em um show da Sandy .. Fotos Lindas

    ResponderExcluir
  2. Caaaaaaaaaaaau do céu!!! Que saudades dos seus relatos.. Das suas postagens parciais hehehehehe.

    Li tudinho!! Eu adorei a música inédita.. Como o show da Sandy foi um dia antes do meu aniversário, digo que ela me deu essa música de presente.. :)
    No domingo tava louquinha no youtube procurando os vídeos.. Adorei os seus.. E esse dos melhores momentos também...

    Beijãão!!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...