26 de mai de 2014

Show da Sandy em SP - Relato

Demorou... mas chegou!
"Ahh porque demorou?" Peço desculpas, mas só consegui enviar este post hoje porque um probleminha cervical me impediu de fazer isso antes. A noite de sexa feira foi um tanto quanto emocionante e me deixou completamente travada.
Bom, vamos lá então...

A ansiedade para esse show já existia desde o momento que comprei meu ingresso, há uns bons meses! Porém, tudo ficou maior a partir da terça feira; dia em que saiu a lista dos sorteados para o camarim e meu nome estava entre eles! Confesso que fiquei surpresa. Imaginem vocês quantos fãs devem ter tentado esse sorteio? Meu nome estar lá significava muito pra mim... tanto que não saberia por em palavras. Na verdade, acho que nem preciso... porque quem é fã vai entender esse sentimento.
Desde a terça feira, o meu nível de ansiedade cresceu consideravelmente, como vocês devem imaginar. GENTE! Eu ia ver a Sandy de perto, entrar no camarim e tirar uma foto com ela grávida! Entrar no camarim é maravilhoso em qualquer momento... mas com ela grávida, seria muito melhor. Um momento muito especial, muito lindo da vida dela e que eu teria a oportunidade de ter um registro. É, me senti muito sortuda e abençoada mesmo!

Chegou o dia do show! Eu já acordei tensa, com medo de dar alguma coisa de errado... aquelas coisas que só aparecem quando estamos ansiosos mesmo.
O horário marcado no HSBC Brasil, para os sorteados do camarim, era 20 horas. Para garantir, resolvi sair de casa as 18:30! Moro um pouco longe e calculei com o tempo do trânsito. Ótimo!  
(amigos que moram em SP vão entender o meu desespero a partir de agora!)

SP. Sexta feira. 18:30 horário de pico. Chovendo. Avenida Rebouças.

Simplesmente um congestionamento horrível! A cidade inteira parada. Comecei a ficar tensa, nervosa, mais ansiosa ainda. 19:40 eu ainda estava a pouco mais da metade do caminho. Aí não teve jeito, o desespero começou a tomar conta. "Vou perder essa oportunidade." só isso passava pela minha cabeça. O trânsito não andava e o tempo parecia correr mais rápido. Eis que, por um milagre, a Marginal Pinheiros estava livre! Minha mãe no volante fazendo o possível e o impossível, minha irmã no banco do passageiro ajudando, meu irmão me acalmando e eu histérica hahahahahaha. Acabou que chegamos (eu e meu irmão) as 20:10 mais ou menos. Juro, não acreditava que tinha atrasado só 10 minutos! 
Eu estava tão nervosa e atordoada que não sabia nem pra onde tinha que ir. Por sorte, mais uma vez, encontrei uns amigos na porta do HSCB e, entre eles, estava um que também tinha sido sorteado. Vi que ele estava com a pulseira de acesso pro camarim e pensei, mais uma vez, que tinha perdido. Não demorou muito, fomos para uma porta lateral encontrar o pessoal da equipe da Sandy. Só me senti aliviada quando peguei a minha pulseira. 

Como estava chovendo, colocaram os fãs para dentro. Demorou mais um bom tempinho para que organizassem a fila e começasse o atendimento. Eu era a segunda. Subimos e nos posicionaram em uma escada. Antes de entrarmos, o segurança deu as instruções: entrar com a câmera ligada, só com o encarte do CD para autógrafo nas mãos. Quem levou presente para a Sandy passou por uma espécie de revista. 
A menina na minha frente entrou e eu comecei a me concentrar e repassar na cabeça tudo o que tinha pra falar. Chegou a minha vez!

Quando entrei, a Sandy me recebeu com um sorriso lindo, me deu um oi e um abraço. Entreguei um negocinho pra ela e tiramos a foto. Não perdi a oportunidade e mostrei à ela a minha tatuagem (aqui o post sobre isso). Meu Deus, como esperei por esse momento! Melhor do que isso foi ter conseguido falar pra Sandy tudo o que aquilo significava pra mim, o quanto eu sou grata por ela existir e fazer parte da minha vida. Não vou entrar muito em detalhes deste momento, porque é tão intenso pra mim e tão meu, sabe? Um dia compartilho 100% com vocês. Por agora, posso dizer que dos meus 4 camarins, este foi o mais especial de todos. Foram segundos... mas segundos longos e que me marcaram muito. 
Sou uma pessoa de muita fé, sabe? Levo a minha vida baseada nisso. Em todos os show em SP, eu me inscrevia para o camarim e nunca ganhava. E tudo bem... porque sabia, dentro de mim, que isso viria no momento certo, que mais significasse para mim, que tivesse um sentido maior do que "tirei uma foto com a Sandy no camarim". Foi exatamente isso que aconteceu... e foi demais! Saí do camarim sem palavras pra me expressar. Eu estava feliz de um jeito que não me sentia há tempos. 


Encontrei com o meu irmão no hall, contei pra ele o que aconteceu, entramos e fomos para nosso lugar. Vi várias pessoas queridas, conhecidas, amigas. É muito bom esse clima de show. Parece um grande encontro de fãs!
Depois de uns 20 minutos de atraso, o show começou. 
Não parecia o último show. Não parecia que depois daquela 01hr30, nós ficaríamos um bom tempo sem Sandy nos palcos. Tudo estava como costumava ser. A única coisa que nos lembrava disso, a todos os instantes, era a barriga da Sandy. Grande, linda...! 
Foi, realmente, único vê-la cantando grávida. Uma etapa tão especial na vida dela, de tanta felicidade e nós estávamos lá, compartilhando tudo aquilo. Rolava uma energia boa no HSBC. Todo mundo aproveitando ao máximo, como se fosse um show de despedida, como se os meses de licença não fossem ter fim. 

Em um determinado momento, os fãs pediram para que Sandy cantasse "Refúgio". Para minha surpresa, ela cantou o refrão. Quase morri de felicidade, porque é minha música favorita do "Sim". Inclusive, não entendi porque ela nunca incluiu essa música na setlist... é tão linda! 

O show transcorreu normalmente. Sem contar, é claro, a invasão dos fãs na frente do palco. Sempre acontece, mas na sexta foi bem antes das últimas músicas. O fato é que, depois da invasão, só consegui assistir pelo telão. Bacana. Mas tudo bem. 
E chegou "Sim"... aquela canção que fecharia o show e mais um ciclo na vida da Sandy. Quem estava lá sabe o quanto foi emocionante. Não tenho como por em palavras o que aconteceu lá, a energia que rolou, o amor. Foi demais! Sandy saiu do palco emocionada e deixou os fãs ainda mais emocionados. 

Acabou o show e começou o nosso tempo de espera. 
Não sei quanto tempo vai durar essa licença maternidade; só sei do tamanho da saudade que vou sentir. Mas, como Sandy mesmo disse, "vai ser por uma boa causa"... 

Comentei acima que meu irmão foi comigo, né? Ele, muito gracinha, foi fotografar para que eu pudesse curtir o show. Separei algumas das melhores para mostrar pra vocês:










recordações de uma noite inesquecível

2 comentários:

  1. Que relato mais Lindo , que a Sandy volte logo já estamos com saudades dela nos palcos nos programas de TV ..

    ResponderExcluir
  2. Oiii Cau!! Pela primeira vez entrei no seu blog! Esse relato me trouxe diversas memórias sobre os nossos shows, nossas loucuras, momentos trancados no Credicard, rs! Uma lembrança boa!!! Gostaria muito de ter visto esta última apresentação. Sandy ainda faz parte de quem eu sou, a minha base, ainda é ela! O Blog tá liiiiiiiiindo!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...