18 de mar de 2014

Junior Lima volta a cantar com a antiga banda

Em comemoração a uma década do primeiro show, músicos se reúnem para única apresentação dia 9, no Na Mata Café, em São Paulo, onde foram residentes por três anos com o melhor da black music na noite paulistana


Quem é paulistano, tem quase trinta anos (ou mais!), curte a vida noturna e aprecia um excelente som ao vivo numa pegada soul music, deve se lembrar das quartas-feiras animadas do Na Mata Café, no Itaim, comandadas pelos músicos da Soul Funk, banda residente da casa entre 2004 e 2007. Este projeto informal, que se tornou uma das noites mais concorridas da capital paulista por três anos consecutivos, com casa lotada semanalmente, surgiu dos constantes encontros musicais de Junior Lima (bateria), Milton Guedes (vocal), Erik Escobar (teclado), Guilherme Fonseca (guitarra), Dudinha (baixo), Giba Favery (percussão) e DJ Tubarão (scratches), para fazer longas jam sessions. Dez anos se passaram e a mesma informalidade do início dos anos 2000 reuniu os amigos e músicos - em sua formação original - para um revival em única apresentação no dia 9 de abril.


"A Soul Funk foi um projeto paralelo nosso e que deu muito certo. Só encerramos as atividades da banda em 2007, porque foi o ano em que estávamos dedicados a outros trabalhos e não dava mais para conciliar. Na época, quis me concentrar na turnê com minha irmã, Sandy, por conta do encerramento da dupla. Os sete integrantes acabaram assumindo vários compromissos individuais, cada um tocou seus projetos principais, mas continuamos em contato, por conta da amizade. Dia desses nos falamos e lembramos desta época com saudosismo. Daí nos perguntamos: e aí, por que não fazermos um revival, celebrando estes dez anos?", explica Junior Lima, baterista e líder do projeto. 

O repertório volta a passear por releituras de clássicos da black music e contar com as misturas inusitadas do projeto, que tinha como uma das principais características a impecável habilidade de unir canções tão díspares a uma sonoridade homogênea e dançante como, por exemplo, canções de Roberto Carlos com Black Eyed Peas. Ótimas versões de 'Maria Fumaça', da Banda Black Rio, e 'Rock With You', do ídolo pop Michael Jackson, estarão no set list. 

"Ainda fecharemos o repertório desta apresentação. Mas como a ideia é celebrar o projeto em uma espécie de 'túnel do tempo', não podemos mudar muito nossas escolhas e arranjos. Provavelmente, tocaremos as de mais sucesso na época e incluiremos alguma novidade", adianta Milton Guedes, vocalista da Soul Funk. "O que importa mesmo, é que o público curta muito e aproveite! Porque nós, músicos, já começamos a nos divertir com a ideia", completa. 

Além da seleta e apurada escolha musical, a Soul Funk também ficou bastante famosa por frequentemente receber grandes nomes da música para dar canjas em seu palco como, por exemplo, Jorge Ben Jor, Lulu Santos, Lenine, Marcelo Camelo, Seu Jorge, Sandy, Sideral, Fernanda Abreu, entre outros. "Ainda não pensamos nesta possibilidade de canjas na noite do reencontro, mas até abril, quem sabe?", comenta Milton Guedes. Outra dúvida que já fica no ar é se novas datas estão previstas para apresentação do grupo. "A ideia do dia 9 é bastante despretensiosa. Nosso objetivo mesmo é celebrar, fazer um bom som e tentar reunir a galera que marcou época. O futuro, deixa rolar", finaliza. 

Video Soulfunk no Na Mata Cafe: 
https://www.youtube.com/watch?v=K1GQdgDjGF8&list=PL5EE2DB493A2548F1

Entrevista Soulfunk no Na Mata Cafe:
https://www.youtube.com/watch?v=JGAAsCf6zC0&list=PL5EE2DB493A2548F1

Local: Na Mata Café
End.: Rua da Mata, 70, Itaim Bibi, SP
Tel.: 11 3079 0300
Abertura casa: 20h
Início show: 23h
Entrada: R$ 30,00 (antecipado, primeiro lote) 
Na porta: R$ 50,00
Estacionamento: R$25,00

2 comentários:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...